Meu Pensar, Resenha

Resenha: Para Sempre Ana

Olá Pensadores,

Essa  resenha foi publicada há mais de um ano  no (extinto) blog Vivendo Livros do qual eu era colaborador.  Com essa resenha fiquei em segundo lugar no Concurso de resenhas realizado pelo autor do livro.

O livro  Para Sempre Ana foi escrito pelo carioca Sergio Carmach e conta a história de três gerações da família Rigotti,  e a influência de uma mesma mulher: Ana. A partir daí, a narrativa nos leva até os dramas, o passado,  e os segredos de cada personagem.

Livro: Para Sempre Ana

Autor: Sérgio Carmach

Editora : Caravansarai

Páginas: 336

No começo do romance, é apresentado o personagem Caio,que chega ao distrito em busca de sua mãe,Ana,desaparecida há mais de dez anos.No entanto,para que se descubra o que de fato aconteceu com ela, é preciso retornar ao passado.

“Aprendi desde cedo como é triste o destino dos escravos das paixões.Em meu passado,eu os vi causar sucessivas tragédias. A avidez que têm por sentir transforma seus sonhos em ilusões,que ,navegando às cegas,aportam em miragens. Mas miragens são efêmeras e frágeis.Desvanecem gradualmente, logo deixando transparecer o vulto da infelicidade, que confunde, atormenta e, finalmente,enlouquece. Não é difícil perceber que os escravos das paixões são vitimados pelo egoísmo dos próprios desejos. “

Em um almoço de Natal promovido por Nestor, patriarca da família Rigotti, todos são surpreendidos pela chegada de uma penetra, de nome Ana. Ela carrega um bebê e diz que o pai é Carlos Rigotti, mudando o rumo do romance entre ele e Cris. A partir desse dia, a vida de Ana se mostra ligada, de forma direta ou indireta, à de todos os personagens que se encontravam naquele evento.

O autor do livro construiu um romance com muita ação nos acontecimentos narrados e, em nenhum momento, a estória se mostra cansativa. Pelo contrário, é empolgante e, a cada virar de página, uma nova descoberta vai levando a mudanças. Numa narrativa objetiva e sem delongas, o autor constrói uma trama cheia de paixões, renúncias, drama e uma pitada de mistério, o que torna o livro atraente e fascinante. Como em um quebra-cabeça, o leitor é convidado a seguir passo a passo a narrativa ao longo das datas. E essas são muito importantes para que se possa entender todo o porquê de Ana ter marcado três gerações de uma mesma família. Todos os mistérios vão sendo revelados e Carlos, com a ajuda de Cláudia, irmã de Cris, vai montando cada peça até descobrir toda a verdade.

A pequena Três Luzes é palco de uma história que começou nos anos 60. No entanto, somente em 2011 é que ela chega ao fim, com a chegada de Caio, da terceira geração dos Rigotti.

O escritor Sergio Carmach consegue segurar o leitor com sua escrita. E o fato da leitura ir direto ao ponto faz de “Para Sempre Ana” um livro que vale a pena ser lido e relido diversas vezes, sem que isso se torne um martírio, mas, sim, um prazer.

O Autor

foto sergio carmach

Escritor carioca, autor do romance Para Sempre Ana. Casado pela segunda vez e pai de três filhos, é também videomaker e advogado.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s